sexta-feira, 4 de julho de 2008

Mais uma

É, chegou a sexta feira. Eu nem acredito que vou conseguir ficar em casa, bom pelo menos vou tentar né. Tô precisando parar de sair um pouco afinal, não vou ganhar dinheiro com eventos até o fim de agosto e já que eu tô achando essas festas sempre um porre com as mesmas pessoas e as mesmas coisas toda semana vou dar uma de antisocial e ficar em casa sozinha, não quero nem minha mãe me aporrinhando. E só de pensar que amanhã vou ter que acordar cedo pra fazer curso e só voltar só ás 6 horas da noite até fico cansada. Vo aprveitar que consegui criar vergonha na cara e estudar.
Tô melhor da fossa de ontem já, mas continuo achando que preciso de um namorado e o pior é que eu já tenho a pessoa em mente mas ele nem sonha isso. Mas deixa sem saber mesmo porque só assim eu não crio expectativas. E logo vem o bendito desejo da conquista. Putamerda! será que eu não vivo sem isso? Como se não bastasse o padrão masculino que ultimamente eu tô sendo atraida que é um tanto peculiar ainda vem essa vontade de namorar com um esnobe, galinha e com aparência peculiar. É tanta coisa junta que chega a me dar ânsia. Enfim, vou fazer alguma coisa pra ocupar meu tempo. Mais tarde quem sabe eu volte aqui. Tô vendo que nesse meu dia frio literalmente (odeio frio) vou precisar de um desabafo poético daqueles.
Beijos ;*